Ah o amor ... que nasce não sei onde, vem não sei como e dói não sei porque...

Carlos Drumoind de Andrade


0 comentários:

Postar um comentário